terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Portas

Há alturas em que se torna difícil escolher a melhor porta... E não pensem que estou a pensar "nisto" ou "naquilo", não estou.
Não estou a pensar em nada em concreto. Estou, pura e simplesmente, a lançar a questão: - Será a vida é mesmo um conjunto de portas que, em função das nossas escolhas, define o que iremos encontrar para lá delas? Claro que sim - dirão todos em coro.
Obviamente que também terei que puxar a alavanca para o outro lado, aquele a que chamam de destino, aquele que está, acreditam tantos, previamente determinado.
Não sei se será assim, mas também não sei se não será.
Confuso?! Claro, como tanto na vida, mesmo quando, ao olhar dos outros, tudo parece tão fácil, tão límpido. É tão mais fácil decidir pelos outros...
E é talvez por isso que, dia a dia, tento não pensar muito nas ditas opções, escolhendo abrir muitas das portas que me surgem ao "Deus Dará", à custa do tal "feeling" que, a medir pelos resultados, mesmo não sendo brilhante, tem saldo bastante positivo.
Assim sendo, e especialmente para quem tem várias portas à sua frente e sérias dúvidas quanto a qual delas abrir, recomendo que, mais do que pensar, se recorra ao sentir. É que aí, mesmo que "do outro lado" não se encontre o que se deseja ou espera, consegue-se sentir que somos quem escolhe por nós, mesmo que o tal destino continue a dizer o contrário, ou seja, que todas as portas irão dar ao mesmo resultado.
Francisco Moreira

4 comentários:

paulofski disse...

Assim que li o título até arregalei os olhos mas depressa me apercebi, nããããã... é outro, ou melhor, são outras Portas!

Pois as portas estão à nossa frente e estão para serem abertas e atravessadas a não ser que estejam fechadas e não tenhamos a respectiva chave.

Abraços.

Jota disse...

Pois…as portas que se deviam atravessar…pelo simples abrir!
Mas…quantas delas se encontram abertas…, mas barricadas…?
O destino (se é que existe), reserva-nos por vezes surpresas desagradáveis consoante a porta que abrimos, ou atravessamos.
O segredo está em voltar atrás e forçar a entrada…, numa nova porta.
Abraço

Misath disse...

Bom! por um lado independentemente do que possa estar atrás de cada uma delas (portas) já é muito bom termos "portas" para abrir... pior seria se em vez destas tivessemos "muros" para escalar ou muralhas para trespassar... para mim e a nivel pessoal acho que as portas existem para se abrirem , cabe-nos a cada um de nós aproveitar o que de bom terá para além destas mesmas.. de bom ou de mau só nós podemos escolher!!! confuso???? não acho... digámos apenas que temos sempre opção de escolha!
Beijos de Luz.
Misath

Feliciano Ferreira disse...

Bem... Portas... a simbologia da palavra na minha mente tem quase um sem fim de significados e conotações...
Tentarei me cingir ao assunto de forma generalizada.
Acredito que no presente, as escolhas são nossas... as portas que escolhemos independentemente de ser uma escolha pelo "sentir" pelo "ter" que ser, são escolhas nossas...
Alguém me deu um ensinamento um dia, que posso aplicar neste caso... se o que encontrarmos do outro lado da porta não for o esperado, e nos depararmos com dificuldades/adversidades podemos sempre depreender que as dificuldades colocadas no nosso caminho estão a altura das nossas capacidades de as ultrapassarmos...
Não acredito em retornos, não acredito em bater de portas, em segundas escolhas. Acredito sim, que cada porta nos trará um novo conhecimento, e que se deveríamos ter entrado na "outra" porta, então essa porta não estará mais no passado mas sim algures no nosso futuro.
As segundas hipóteses, serão dadas a quem se mostrar merecedor... pelo que não adianta tentar voltar a trás, o caminho é e será em frente... o merecedor encontrará no futuro a porta que deveria ter escolhido no passado, sendo certo o que seu conhecimento será cada dia maior e o seu discernimento cada dia mais assertivo.

Um bem haja... e um até já...

Feliciano Ferreira

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive