segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Ímpares Tresmalhados

Sei que não o faremos, mas sinto que temos que começar a desligar mais vezes as televisões, principalmente as dos restaurantes onde vamos, as das lojas onde fazemos compras, as das feiras onde passeamos, as que vamos desejando ver nos nossos automóveis e telemóveis.
A televisão está em todo o lado, ao ponto de fazer-nos interromper quase tudo o que possamos estar a fazer ou pensar fazer para dar uma "espreitadela", daquelas de segundos que, claro, acabam por se transformar em minutos e horas.
Estou em crer que com esta mania de se ter em todas as esquinas um guião opinativo, vulgo televisão, estamos a perder cada vez mais tempo com as tragédias dos outros, estamos a passar-nos para um plano secundário, ao ponto de deixarmos de viver a nossa vida para "viver" as dos outros.
Por mais comandos que tenhamos, passamos o nosso tempo a ver o que nos impingem, ao ponto de - e aqui é que está a ironia! - não comandarmos nada, pelo contrário, somos completamente comandados pela agenda informativa ou opinativa de terceiros, os verdadeiros donos dos comandos.
Estamos viciados em televisão, tendo sempre que saber (urgentemente) o que está acontecer, seja na China ou no Paquistão, no Porto ou em Bragança, na nossa rua ou no nosso prédio. O importante é estar-se a par, mesmo que isso possa, sem repararmos, transformar-nos em ímpares, daqueles que parecem ovelhas, tresmalhadas da vida, da nossa própria vida.

Francisco Moreira

6 comentários:

Sunshine disse...

Por isso cá por caso continua a existir apenas uma televisão.
Quase não vejo T.V., passam-se dias em que não me sento à sua frente. Por um lado, por uma questão de gestão de tempo, por outro, porque concordo com o que escreveste.
beijinhos com raios de sol

Sunshine disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Misath disse...

Bem.... juntando a tudo o que dizes mais a vontade quase incosciente que nos obriga a dizer:" pára aí que aconteceu um acidente", sim , pk infelizmente e o que tenho verificado cada vez mais (eu própria tb o faço) onde está a dar a "pior" noticia, o filme mais "horrendo" é onde páramos forçosamente... será que gostámos assim tanto da "desgraça Alheia"? assusta um pouco não ?

Beijinhos

Misath

Misath disse...

Bem.... juntando a tudo o que dizes mais a vontade quase incosciente que nos obriga a dizer:" pára aí que aconteceu um acidente", sim , pk infelizmente e o que tenho verificado cada vez mais (eu própria tb o faço) onde está a dar a "pior" noticia, o filme mais "horrendo" é onde páramos forçosamente... será que gostámos assim tanto da "desgraça Alheia"? assusta um pouco não ?

Beijinhos

Misath

FM disse...

Temos que te seguir o exemplo, Sunshine, mesmo.
Beijos de Luz.

FM disse...

Se assuta. Por isso é que gosto de me (nos!) dar estes "estalos", para despertar a consciência.
Beijos, Misath.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive