terça-feira, 20 de abril de 2010

Amigos sem Fato

Não são raras as vezes em que nos questionamos acerca deste a daquela, de permitirmos ou não a sua entrada em nós,... entenda-se, claro, na nossa vida, na nossa "sala de estar".
Sou daqueles que quase escancara as portas, mesmo quando o tempo me ensina vezes sem conta que não falta má fé em muitas esquinas da "amizade". Mas, mesmo assim, em jeito de balanço, continuo a sentir que o "total" é positivo, mesmo com todas as "lágrimas" sentidas pelas decepções contraídas à custa de "pinuts".
Gosto de receber, de ser eu mesmo, de me expressar com todos as palavras, com todas as verdades, com todo o requinte de ser autênticamente autêntico, sem reservas, sem receios, sem me preocupar com as revelações ditas familiares, ditas mais íntimas ou mais reservadas.
Entendo que somos ou não somos, e que devemos ser, quase sempre. Por mais estalos que levemos, por mais cicatrizes com que fiquemos, por mais lágrimas com que decoremos o nosso histórico, devemos arriscar em mostrar quem verdadeiramente somos.
Se há algo que aprecio, e muito, é conhecer pessoas, dar-me a conhecer para além do fato, para além do "artista" com que as finanças me identificam, enquanto contribuinte, enquanto cidadão de um mundo que deveria ser de mais, muito mais, partilha, e de menos "maquilhagem".
Voltando à questão da balança e da contabilidade das amizades, na verdade, por muito que me esteja ou possa estar a enganar propositadamente, continuo a sentir que, de cada vez que conheço 100 pessoas, acabo por ganhar 10 amigos, um número que jamais atingiria se me vestisse exclusivamente de fato. Por isso, vivam os amigos, inclusive aqueles que nunca foram e aqueles que nunca o serão, em nome dos que ficaram, e que tanto aprecio, de quem tanto gosto.
Francisco Moreira

18 comentários:

Angel in the dark disse...

Tenho de afirmar que subscrevo cada palavra sua.

Angel

Não Sou... disse...

Subscrevo...
Abraço

Nuno Graça disse...

Sem amigos, não seríamos gente...
Forte abraço

Hélder Ferrão disse...

É Francisco, vivam os amigos, os verdadeiros. Tal como dizes, em cada 100 acabas por ganhar 10 mas, nem que fosse apenas 1, já terá valido a pena, não achas? Mas esta questão do “aproveitamento” é muito relativa; Quantas vezes não fomos surpreendidos pela positiva por alguém que julgávamos á partida ser um “falso” amigo? E quantas vezes não nos desiludimos amargamente com aquele que, também á partida parecia ser um amigo de excelência? É… Existem “coisas” que só se revelam com o tempo, vindo muitas vezes a contrariar em muito aquela nossa “avaliação” inicial. A percepção nem sempre é realidade. É a vida…
Abraço, Francisco

FM disse...

Ainda bem, Angel, ainda bem.
Junta-te ao Grupo. (sorrisos)
Beijos de Luz.

FM disse...

A quem o dizes, Não Sou, sendo um dos melhores exemplos, claro.
Abraço e Obrigado.

FM disse...

É um facto, Nuno Graça, e que facto.
Obrigado.
Abraço.

FM disse...

Eu sei que me entendes, Hélder. Tens um pensamento que se aproxima muitas vezes do meu, e isso é fantástico, acredita.
Obrigado.
Abraço.

Marta disse...

Tenho para mim que, se nos "fecharmos" constantemente às abordagens dos outros, se não permitimos que conheçam um pouco mais do que está visível, também não seremos capazes de descobrir o bom que os outros têm para dar! As desilusões marcam mas, se formos a ver bem, marca muito mais a presença de alguém que deixamos, sem reserva, entrar, e que ganhou o seu lugar bem pertinho de nós - e isto só é possível quando não temos desconfiança ou medo!
Nem tudo o que luz é ouro, mas também não podemos pensar que é tudo mau!!!
Há TANTA coisa boa nas pessoas que, se nos permitirmos "lê-las" e se permitirmos que nos "leiam" um pouco, decerto não nos vamos arrepender!

Um beijinho (:

FM disse...

Nem mais,Marta, nem mais!
Beijos com Carinho.

liamaral disse...

Vivam!! E obrigada por o seres!
:) Beijinho

FM disse...

Vivam! E vice-versa. (sorrisos)
Beijos, Liamaral.

sonia disse...

E, já agora, para aqueles que por lá passaram ficando ou não!!!
Beijinhos com amizade...
Sónia Reis
Nota: ficaram muito bem nas fotos da Festival!!!

sonia disse...

E, já agora, para aqueles que por lá passaram ficando ou não!!!
Beijinhos com amizade...
Sónia Reis
Nota: ficaram muito bem nas fotos da Festival!!!

paulofski disse...

Dito com sabedoria já ouvi dizer que uma árvore nunca fica de costas para ninguém. Podemos dar as voltas que quisermos em a volta dela que sempre estará de frente para nós. Dito com sabedoria já ouvi dizer que os verdadeiros amigos também.

Quem planta árvores cria raízes. Quem cultiva amizades também.

FM disse...

Felizmente, Paulofski, Felizmente.
Abraço Amigo.

FM disse...

Fica resgistado, Sónia.
Obrigado.
Beijos.

FM disse...

E registado duplamente, Sónia.
Beijos Sorridentes.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive