quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

O 1º Susto

Foram precisos 15 meses para, setressado como sou - induscutivel e infelizmente, apanhar um daqueles valentes sustos com o Ângelo. Falo daqueles sustos com sangue, daqueles sustos que, agora, não parecem "por aí além", mas que "magoam" e afectam, principalmente na "Hora H".
Para quem não sabe, e talvez por sair ao Pai, este rapaz "gigante", desde bem cedo, não pára quieto, ao ponto de me fazer transpirar diariamente no "corre-corre" que é andar atrás dele, segundo a segundo, e olhem que somos 3 a tomar conta dele, isto se exceptuar a "Wicca" - a minha cadela.
Hoje, bem cedo, o Ângelo "decidiu" dar uma forte cabeçada a uma esquina de uma porta, abrindo um lanho que, como a fotografia documenta, na altura, tendo em atenção que era um acontecimento virgem, gerou um imenso pânico, principalmente ao ver o lanho, principalmente por ouvi-lo gritar, principalmente por não saber o que fazer.
Do centro de saúde mandaram-nos para um hospital e deste hospital para outro hospital. Agora, imaginem um pai, já dele "furacão", a dirigir aflito, em hora de ponta, com os sinais de trânsito, as passadeiras e demais obstáculos. Pois, era digno de um filme de acção, embora com um Ângelo calmo, de cabeça aberta, mas bem-disposto.
Quando tudo acaba bem, acabamos por ficar bem, mas o tremer das mãos, uma hora depois de o "assunto estar encerrado", ainda tremem, gerando uma escrita - esta - algo nervosa.
Eu sei que foi apenas um lanho, embora profundo, e que a "cola" usada, se tudo correr bem - como correrá, ajudará a apagar esta cicatriz, mas, na altura, confesso, senti o quanto doí a um Pai ver sofrer um Filho.
Se ele está bem? Está óptimo! E, como curiosidade, nas urgências fez questão de dizer: "-Olá!" a todas as crianças presentes, e uma a uma, pois ele é um Senhor. (sorrisos)
Uma nota: Para que servem as urgências, emergências e "diabo-a-quatro" dos centros de saúde e hospitais centrais se, nestes casos, só podemos ser atendidos em Urgências de Pediatria que, no meio do trânsito, acabam por ficar do "outro lado do mundo", embora pareçam demasiado perto?

Francisco Moreira

20 comentários:

Natacha disse...

Quando o Tomás tinha 10 meses, caíu-me de cima da mesa da cozinha da minha mãe, para o chão, mesmo comigo a segurá-lo. Não se descreve, o que se sente principalmente quando são mesmo bebés. Nestas situações devemos ir de imediato à Urgência pediátrica (neste caso como foi queda teve prioridade de atendimento). Acho que agi em piloto automático, e a sorte foi o meu pai ter servido de motorista até ao hospital. Não foi nada, acabou tudo bem, eu também fiquei bem... mas passei a noite a vomitar tal não foi o estado de nervos.
Portanto, quando caímos os dois das escadas, aos 18 meses, o que me valeu a fractura de 2 vértebras (ele escapou ileso), já estava perita :S em sustos... - mas só porque ele não tinha nada...

Amigo... agora, é para toda a vida...

Beijos e calculo que ´ângelo seja o que se sente melhor, no meio disto tudo.

Um grande beijinho para o campeão ;)

FM disse...

Obrigado, Natacha.
Soube-me mesmo bem ler-te.
Beijos, com Carinho.

barbara disse...

Que susto! Bem isso é que foi stressar logo de manha.
Desde o momento que passamos a ser pais, por vezes apanhamos alguns sustos.
Sustos esses que nos deixa num estado de nervos e numa aceleração que só quem passa por elas sabe descrever.
Só pensamos no bem estar dos nossos filhos, tudo o resto por deixa de existir ate estar tudo bem.
Nos pais ficamos mais aflitos que os nossos filhos propriamente.
Mas ate termos a certeza que estão bem não descansamos de forma alguma.
Espero que neste momento o anjinho já esteja melhor e que o dói dói passe rápido.
Beijinhos com carinho.
Baby Barbara

FM disse...

Obrigado, Querida!
Sei que sabes o que senti.
Ufa!
Beijos, sorridentes, Baby.

MINO disse...

Olá, Franciso.

Mas que grande susto deves ter apanhado!!!
Pois muito bem que ser Pai é coisa dura não? Espero que estejas calmo, assim como o teu filho.
Claro, tal Pai tal Filho.

Abraços e as melhoras para o pequeno principe.

bisturi disse...

Caro amigo:
Como eu te compreendo...
Olha com o Dermabond( vulgo cola) e reforçado com steristrips nem cicatriz vai ficar....É verdade!!!
Olha os meus sobrinhos quando têm acidentes destes só querem a "cola".
Eu ando sempre com uns tubinhos comigo e até já têm dado imenso jeito e em vatiadas situações...
PORTANTO, não é o fim do mundo!!!
Tudo vai correr bem...palavra de especialista...
Agora...a tua odisseia é a mais desgraçada das misérias deste país com tiques de novo riquismo...Agora...nós só nos apercebemos disto quando o sentimos na pele...e desta foi a tua vez!!!
Espero que não volte a acontecer...senão ligas-me e imediatamente te "colo" as mazelas...se forem de "colar"...
Abraço e compra um capacete para esse "terrorista"...eheheheheh

Sandra T disse...

Sustos à parte, o rapaz até com o penso na testa fica lindo!! Fofíssimo!

Barbie Boy disse...

As melhoras para o puto!!! Desse já se livraram! Coloca o numero da saude 24 à mão. Se ligares eles mandam-te para o hospital correcto, e avisam os serviços de urgência que vais dar entrada. Quando lá chegares eles já estão à tua espera. Esquece lá os centros de saúde.

Mary disse...

Um beijinho aos dois...pelo susto e pelo dói-dói :)))
Fico feliz que ele esteja bem!!
E o penso, até lhe dá um certo charme (marcas de guerra) :))))))

beijinhos meu querido

Não Sou... disse...

FM, ainda bem que o Angelo agora está bem.
Soube do acidente na minha escala em Lisboa e só me acalmei quando falei contigo.
Abraço

paulofski disse...

Ahhh, isso passa Angelo e pela tua expressão marota o galaró cantou à meia-noite. Vai habituando o teu pai para as turras que aí vêem.

Abraço

FM disse...

Se foi, Mino.
Que bom ter-te de regresso a este cantinho: Tenho que ir ao teu, para se ver se também voltaste à escrita.
Abraço.

FM disse...

Olá, Bisturi!
Fiquei muito feliz com as tuas entendidas palavras. Reconfortaram-me, acredita.
Eu sei que "não foi nada", mas para quem era virgem nesta matéria...
Abraço e Obrigado.

FM disse...

És uma simpatia, Sandra T.
Beijos com Carinho.

FM disse...

Obrigado pelo conselho, Barbie Boy.
O problema é, na tal "Hora H", conseguir colocar o cérebro a funcionar... (sorrisos)
Abraço.

FM disse...

Marcas de Guerra, Mary, sem dúvida. E a "guerra" dele tem sempre a agenda cheia, está sempre em acção... (risos)
Beijos e Obrigado pelo Carinho.

FM disse...

Obrigado Amigo Não Sou.
Eu sei e imaginei que sim.
Abraço.

FM disse...

Isso de nos habituarmos, confesso, será sempre complicado, Paulofski. (risos)
Abraço.

BlueVelvet disse...

Desculpa rir-me, porque o lenho até foi bem grande, mas se este foi só o 1º prepara-te para os que ainda hão-de vir, senão o mocinho safa-se na maior e quem tem o badagaio és tu!
Olá Angelo, tudo bem?
Beijokas aos dois

FM disse...

Pois, Blue, o "badagaio", claro, ficará para mim. (risos)
Beijos.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive