sábado, 18 de julho de 2009

Obrigado Alguém

Nunca orei tanto na vida, nunca pedi tanta protecção ao (meu) Deus... E não é por mim, não é apenas para mim.
É assim, uma necessidade diária que me chama, um receio de que "algo" aconteça...
É, a vida dá mesmo muitas voltas e, dependendo das condicionantes, inclusive as boas, acabamos por, automaticamente, ver o futuro com outros sentidos, com outros medos, com outros caminhos, inclusive na fé, seja ela de que "marca" for.
Não, não sou praticante. Nem desta, nem daquela religião.
Na verdade, para ser exacto, nem sei bem o que sou... Mesmo acreditando que, mais para a esquerda ou mais para a direita, está AQUI Alguém, Alguém que cuida de mim e dos "meus", aquele Alguém a quem nunca implorei tanto como agora, inclusive fora de "horas".
A ti, Alguém, Obrigado por me ouvires, principalmente por te trazer sempre estas intermináveis repetições.

6 comentários:

Natacha disse...

Estou como tu. Também não sou praticante, mas também acredito em Algo superior a nós. E também eu, desde que tenho o Tomás, sinto mais necessidade de pedir essa protecção. talvez pelo receio de não conseguir dar conta do recado sozinha...

No fundo, eu sei que sou, mas sinto-me mais apoiada assim!!

Beijos

macaw disse...

Concordo contigo! Não acredito em nenhum deus e em nenhuma religião tal como as pessoas costumam pintar! apenas acredito no que está na base de todas elas, a fé!

Acredito na Fé em "alguém" como lhe chamas...

que a tua família e tu sejam abundantemente abençoados com o melhor que a vida vos tem para oferecer e tenham sempre protecção!
Que tenham um excelente fim-de-semana!

bjinhos ;)

FM disse...

E sei que tu me entendes Natacha...
É, é a vida... e ontem, a caminho de casa, vinha com este pensamento a "apoquentar-me" a mente... como contece tantas, e tantas vezes... Por isso escrevi.
Beijos e Bom fim-de-semana.

FM disse...

É Macaw, é essa "base" que conta cada vez mais... E ainda bem.
Beijos e Obrigado pelo Carinho.

maria inês disse...

Ao ler-te lembrei-me do meu irmão, pai de 4 filhos fantásticos! Costuma ele dizer, que Deus lhe deu o que se pode desejar. um rapaz, gémeos, e uma rapariga. Quando fez 50 anos foi a Fátima agradecer esses anos vividos! Lembrei-me! Beijo grande

FM disse...

É uma Boa Lembrança, Inês.
Beijos.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive