quarta-feira, 8 de julho de 2009

Larvas

Há cada vez mais larvas. Sim, pessoas que não se importam de o deixar de ser, em versão "part-time". Daquelas que mudam de "cara" consoante as conveniências, empunhando uma espécie de lei da amnésia, como se a história só fosse história no agora, como se não tivesse ontem nem amanhã. Há cada vez mais larvas. Sim, daquelas que rastejam sem escrúpulos sob um manto de falsidade interesseira, empunhando o receber sem olhar ao "pagante".
Um dia destes, numa qualquer tempestade de justiça - da lucidamente cega, nascerá uma espécie de antídoto que permitirá às pessoas de verdade corroerem os caminhos de destruição que, milímetro a milímetro, fazem das larvas um dos males desnecessários, sempre semi-escondidos, um dos males a desparasitar com recurso a uma "overdose" de purificação.

4 comentários:

Conversa Inútil de Roderick disse...

É o que por aí há mais! Infelizmente!

FM disse...

Pois Roderick, e o principal problema é quando vemos borboletas sem nos apercebermos que são larvas.
Abraço Roderick.

Natacha disse...

Concordo plenamente!! Faz-me imensa confusão observar as pessoas que falam de uma forma e agem de outra, ou ainda que vão mudando as suas atitudes da forma que mais lhes convém sem sequer se aperceberem (será que não??) que estão a entrar em contradição absoluta...

Deprimente!

Beijo

FM disse...

Será?! Claro que sabem o que fazem, principalmente às escondidas, da vida.
Beijos Natacha.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive