terça-feira, 14 de julho de 2009

Coração à Força

Contrariamente ao que as notícias divulgam, e àquilo que os nossos olhos parecem ver, há cada vez mais gente a abrir o coração, há cada vez mais gente a querer ajudar o próximo, há cada vez mais gente a destapar os olhos e a querer afastar-se da poeira com que nos envolvemos, com que nos endividamos. Apressadamente, acreditem, estamos a mudar como indivíduos, inclusive colectivamente.
E porquê?! Estou em crer que andamos com medo de, mais tarde ou mais cedo, pagar a conta do egoísmo com que nos vestimos. Estamos a aprender a viver de uma maneira mais solidária, de uma maneira menos interesseira, de uma maneira mais verdadeira.
Mas "isto", isto demora. Não assistiremos à sua plena transformação de um dia para o outro, ainda teremos uns anos de "carapaça" pela frente, ainda teremos muitas cicatrizes para sarar e muitas feridas para sofrer.
Se repararmos, a vida está a fazer-nos pagar as atrocidades que cometemos todos os dias, sejam elas para com a natureza propriamente dita ou para com o (seu) elo que mais nos toca na pele e na consciência; a humanidade, enquanto identidade.
Se ficarmos mais atentos às voltas e reviravoltas que o mundo tem dado - e não faltam exemplos (saúde, economia e demais catástrofes), aperceber-nos-emos da pesada factura que já começamos a pagar. Por isso, com esta forçada introspecção, estamos a tentar alterar comportamentos, estamos a tentar despir a pele de diabo, tentando atirar para debaixo do tapete os defeitos que andamos a fomentar há décadas, ou seja, estamos a tentar salvar-nos.
No tal futuro próximo, não seremos anjinhos, mas estou em crer que passaremos a ser o que deveríamos ter sido sempre; pessoas, na verdadeira definição da palavra.

8 comentários:

Natacha disse...

Xiii, amigo FM, estou numa fase tão descrente de tudo, que é melhor nem comentar este post!

Mas continuo a querer acreditar que SIM, a gente chega lá!!

Beijo

Conversa Inútil de Roderick disse...

>Eu passo a vida a abrir o coração! Sou um eterno romântico!

Conversa Inútil de Roderick disse...

>Eu passo a vida a abrir o coração! Sou um eterno romântico!

FM disse...

Então, Natacha, continua a acreditar... Todos temos os "nossos dias", todos.
Beijos com Carinho.

FM disse...

Já somos dois Roderick, já somos imensos. (sorrisos)
Abraço.

FM disse...

Eu percebi que quiseste sublinhar a mensagem Roderick. (risos)

paulofski disse...

Não será já um pouquinho tarde? Espero bem que não.

FM disse...

Não, não é!
Abraço Paulofski.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive