terça-feira, 28 de abril de 2009

Cordéis de Aço

Muito se fala de amor e dos difíceis caminhos que levam a encontrar os cordéis que o permitem agarrar, de preferência para sempre... E, depois, há aqueles que teimam em sofrer de um amor que, na verdade, nunca sentiram, mas imaginaram sentir.
Amor é aquele caminho que também oscila para comprovar que o é, aquele saber construído palavra a palavra, gesto a gesto, conhecer a conhecer...
Sim, ele existe, ele não é inatingível e não está ao alcance de apenas alguns.
Onde se encontram os cordéis que nos agarram ao Amor?! Não sei, eles vieram ter comigo!
Como é que eu sei que são os verdadeiros, os autênticos?! Palavra a palavra, gesto a gesto, conhecer a conhecer, sentir a sentir, constantemente.

6 comentários:

Eudemim disse...

Concordo tanto contigo ! “Palavra a palavra, gesto a gesto, conhecer a conhecer, sentir a sentir, constantemente”. Amizade, companheirismo e muita loucura para combater a rotina.
São estes os cordéis que eu sempre segurei para agarrar o amor. Tolos são os que deixam escapar um amor assim.

Bjs daqui

Natacha disse...

O Amor é LINDO! Oscila apenas para se poder consolidar...

Beijos

Rafeiro Perfumado disse...

E desde que não venha alguém com um alicate...

Abraço!

FM disse...

Que bom concordares comigo Eudemim, eu também concordo comigo, e cntigo. (sorrisos)
Vamos criar uma equipa para ver se acordamos os "adormecidos de amor"?
Beijos com Essências.

FM disse...

Pois é Natacha...! Queres juntar-te ao clube, comigo e com a Eudemim?! (risos)
Beijos.

FM disse...

Edste Rafeiro é do pior... Essas pulgas dão cabo e ti! Estás sempre no "corte". (risos)
Abraço.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive