terça-feira, 28 de abril de 2009

€500

Há cada vez mais gente a pedir esmola, há cada vez mais gente a perder a vergonha e o orgulho em nome da necessidade... E isso é, no mínimo, frustrante.
Não falo dos "copos das moedas" que sobrevivem por "debaixo do cobertor", refiro-me aos "remediados falidos", aqueles que tentam a todo o custo esconder as infindáveis cartas de cobrança que não conseguem saldar, mesmo querendo muito.
É realmente frustrante ver que a pobreza, afinal, pode bater à porta de todos nós, mesmo que vivamos num T8 com vista para o mar, ou melhor, para o abismo. É que, dependendo dos "vícios", a esmola não tem que ser uma moeda de 20 cêntimos, pode muito bem ser uma nota de €500.
E, já agora, quem pede nem sempre é "marginal", marginal, em milhares de exemplos, é o contar com o "ovo no cu da galinha" numa altura em que absolutamente ninguém pode garantir com o que conta.

6 comentários:

Natacha disse...

O marginal não pede... rouba.

Quanto maior é a subida... maior será a queda...

Dias difíceis...

Beijos sem crise

paulofski disse...

É ter mais olhos que barriga.

Xanda disse...

Mesmo assim, a não suportar as despesas ainda assistimos a muitas dessas pessoas "a darem passos maiores que as pernas"... não se compreende!
Quando não se pode: não se pode, no poupar é que está o ganho.

FM disse...

Neste caso, Natacha, o "marginal" tem outra conotação... pretende ser aquele que é visto como um marginal e não o que o é na verdade, apesar que os há para os dois lados... São as subidas e descidas, por vezes abruptas.
Beijos.

FM disse...

E o pior Paulofski é quando se vê a "cantarolar" para o lado...
Abraço.

FM disse...

E convencer essas pessoas disso?!? Pois, também não querem, claro.
Beijos Xanda.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive