quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Cruz Despida

Evito falar de religião, e por uma razão apenas, respeito-as a quase todas, sabendo que há defeitos em todas e qualidades em muitas. Contudo, por outro lado - e virando-me para os piores "pecados" - faz-me imensa confusão haverem seres humanos inteligentes que aceitam vestir o papel de burro por "dá cá aquela palha" ou, pior ainda, mentem descaradamente num adorar a Deus (seja ele qual for) e são, na verdade, pecadores da "pior espécie"... E há mais, muito mais... Mas, concentremo-nos aqui, nas manchas dos "rebanhos", sejam eles "fieis" ou "mentores".
Como é possível pagar os luxos de outros seres humanos auto-denominados "elos de ligação" quando esses mesmos "pseudo-acessores", na clandestinidade mas com "provas documentais" irrefutáveis, são exactamente o exemplo oposto ao que "vendem" todos os dias? Como é possível aceitar a "ordem" de alguém que comete atrocidades imperdoáveis? Não, não falo só da pedofilia "calada" com dinheiro das esmolas...
Como é possível orar-se e comungar-se na casa de Deus (seja ela qual for) e, dentro da própria casa, cometerem-se os gestos mais horrendos? Não, não falo só das pessoas que são tão respeitadas nos templos e que se governam com a exploração de indefesos...
Não me vou alargar com exemplos... É que existem em todas as religiões, em todos os "rebanhos"... Mas o que me faz mais confusão é facto de os Bons não despirem os Maus, não expulsarem quem mancha a Fé dos autênticos, dos correctos, dos verdadeiros crentes, dos fieis praticantes.
Acreditem que, se existisse vontade e menos "rabos de saia", não faltariam "cruzes" de vergonha, fossem elas "direitas" ou "canhotas".

6 comentários:

Natacha disse...

Tudo o que o Homem "põe" a mão, acaba, inevitávelmente, deturpado. O Ser Humano não é perfeito. Assim, gosto de acreditar que há algo de divino a que me posso agarrar, mas indo à génese e fazendo eu a minha própria interpretação - nunca pela boca dos que se dizem enviados Dele (seja Ele quem for)

Gosto das coisas na sua forma pura e não transformada. Porque o que daí advém é, muitas vezes, repugnante como se vaio a provar já por variadissímas vezes.

Fugi ao tema?? Se calhar:) (risos)

Beijo

Maurício disse...

Este tema diz-me muito.
Sou cristão, católico, e praticante.
Parece que hoje em dia a dita "sociedade" tende a rejeitar tudo o que contenha espiritualidade. Vivemos uma fase de laicismo militante.
As pessoas querem respostas imediatas para os seus anseios e isso é terreno fértil para os fanfarrões - que os há em TODAS as religiões.
A Fé autêntica, seja ela qual for, dá trabalho. Confronta-nos com Verdades dificeis de digerir à primeira (ou à centésima...). Obriga-nos a olhar para o espelho e sentir que temos que ser melhores, se queremos ser Felizes. E para ser Felizes temos que pensar no Outro...
Porque, com Fé ou sem ela, ninguém é Feliz sozinho!

Desculpe por me alargar, mas esta é tão só a opinião de quem, cometendo erros e pecados como qualquer um, procura "crer no que acredita", num esforço diário de ser melhor. Mas SEMPRE rejeitando a hipocrisia!

Abraço Amigo

FM disse...

Não acho que tenhas fugido Natacha... Como já referi, o que escrevo pretende acima de tudo "Motivar o Pensamento", seja ele ou não concordante comigo. Por vezes nem eu concordo comigo... (risos)
Gostei das tuas observações.
Beijos.

FM disse...

Eu sei que é Maurício e, pelo que vejo, é dos "Autênticos".
Concordo plenamente consigo, plenamente... Isto apesar de, desde sempre, estar afastado da Igreja, seja ela qual for... (Imagine que cheguei a ser convidado para Pastor de uma, por interesse, deles, obviamente)
Acredito em Deus, no "meu" Deus, num Ser Superior... e tenho FÉ. Como sublinhei, respeito todas as religiões, só não aceito que "muitos" as usem para outros fins, e isso é inegável, é comprovável.
Com este texto, critiquei as "nódoas" que proliferam (agora com mais visibilidade mediática) por este mundo. E há tantas, tantas... E isso afasta as pessoas da espiritualidade... Pelo menos muitas.
No meu caso, confesso, estou cada vez mais aberto à espiritualidade, à fé, ao bem pelo outro, ao acreditar num mundo melhor, em pessoas melhores. Mas, por outro lado, também acho necessário "limpar" muito do "lixo" que vive "colado" à espiritualidade dos outros... Falo de quem, sem fé, se aproveita da fé... E o Maurício percebe perfeitamente o que quero dizer.
Eu também cometo erros e "pecados" e tento corrigir-me todos os dias... Mas não é de mim que falo no texto, não é de si, não é da religião - esta ou aquela, é sim de quem NÃO MERECE ESTAR no mesmo "rebanho". Sim, falo das "ovelhas tresmalhadas" que continuam, e cada vez mais, a afugentar as "outras".
Gostei do seu cometário. E, por aqui, nada é longo, só o tempo que perdemos ou ganhamos a pensar no que é dito, perdão, escrito.
Aprendemos todos os dias, mesmo com as diferenças que, se virmos bem, provavelmente não são assim tão distantes, como podem parecer.
Abraço com Amizade e Fé em Pessoas Melhores.

Marilena' disse...

Religiao, tema que adoro debater :)
Ora bem, só queria opinar sobre uma coisa, muitas pessoas acreditam, porque pensam que acreditando nessa dita "força superior" estão imunes ao sofrimento da vida para além da morte.. Outras acreditam nem elas sabem porquê, pure e simplesmente porque foram crescidas dentro de um ambiente onde a familia era crente (seja qual for a religiao) e entao "se a minha familia é eu tambem sou" ..
Outras ainda nao acreditam, por acharem que se Deus existisse, nao havia guerra, nem fome, nem crimes ..

Pessoas sem fundamentos ! Nao sabem o que os leva a dizer "acredito" ou "nao acredito" !
Nem elas sabem.. Acreditar nao nos leva a lado nenhum se nao soubermos o porquê de acreditarmos ...

Enfim, ma quem sou eu para falar .. (:

Gosto do teu blog (:

FM disse...

Concordo com muito do que dizes Marilena...
Beijos e Obrigado pela visita. Volta sempre.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive