segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

- Esfreguem-se!

Passamos a vida a desejar isto e aquilo, aquilo e isto, sempre à espera de que um Aladino qualquer - chamem-lhe, por exemplo, Deus, resolva os nossos problemas ou, pelo menos, que crie uma ponte perfeita para que os problemas, presentes e futuros, desapareçam como que por magia. Sim, eu sei que há também quem lhe chame "Euromilhões"!
Será que o tal Aladino existe? Será que ele, se existir, terá mesmo vontade de nos dar de mão beijada a tal ponte? Ou será que preferirá dar-nos a cana?
Cá por mim, estou em crer, ele está mais virado para a cana, mesmo naquelas alturas (tantas!) em que tentamos, com lágrimas e outras razões, apresentar factos mais do que convincentes para o convencer a dar-nos uma, duas, três ou mais prendas... Porque o Natal deve - dizem - ser todos os dias. E nós queremos acreditar no Pai Natal, ou melhor, no Aladino, ou melhor, em Deus, ou - vá, que seja, no "Euromilhões.
Porquê? Porque aí, além de vermos resolvidas as nossas "questões", prometemos transformar-nos em Aladinos, mesmo que as lâmpadas, afinal, dependam mais da força de vontade com que "esfregamos" a Vida.
Francisco Moreira

7 comentários:

Jota disse...

Falar com Deus é sempre possível.
Eu faço-o á minha maneira embora eu pense que Ele deve andar muito, mas mesmo muito ocupado com coisas mais importantes já que por vezes, não me responde.

De toda a forma acho que sou um felizardo. Tenho saúde (pelo menos até agora). Tenho uma família que adoro e que sei me adora. Tenho muitos amigos e poucos mas alguns dos bons. Não posso queixar-me.

Mas … convenhamos … o Euromilhões ajudava bastante e depois não o queria só para mim. Seria mesmo o ponto de partida para mudar ainda mais o mundo á minha maneira. Investir em pessoas e ajudar gente que precisasse, mas sempre por administração directa, anonimamente e nunca delegando.

Que bom seria ser esfregado, tal Aladino, e conseguir resolver muitas das questões que a tanta gente atormenta.

Que bom seria poder ser para muitos o “Pai Natal” nos 365 dias do ano, não era?

JoeMar disse...

Nós somos os nossos próprios Aladinos, temos a capacidade de fazer magia nas nossas vidas, mas muitos preferem esperar sentados sobre um qualquer tapete árabe, à espera de um Aladino que lhe dê não a Cana, mas a ponte.
Cabe a todos e a cada um de nós, ser dono e criador da sua própria magia e brilho. Criá-los, não é dificil... Dificil é mantê-los!
Abreijos para Todos :)
Paz e Luz

paulofski disse...

Talvez seja por isso que semanalmente vou fazendo o meu palpite, mas como quem não arrisca não petisca...

FM disse...

Que BOM há-de ser, Jota!
É assim que penso, é nisso que acredito, é por isso que tento melhorar-me e tentar contribuir para que outros melhores... Quero fazer parte de um mundo melhor, com Pai's Natal em cada um de nós, por mais irrealista que pareça.
Abraço.

FM disse...

Concordo contigo, Joel, como quase sempre.
Abraço de Luz.

FM disse...

Que a sorte te sorria, Paulofski, na VIDA; claro. Esses são os números que mais contam.
Abraço.

FGF disse...

Este tive mesmo de comentar...
Bem, meus caros AMIGOS, (amigos de letra maiúscula)
Partilham emoções, sentimentos e experiências... dessa forma podem sem notar, ser o "Euromilhões" de alguém ou de muitos "alguéns"...
Quem não estaria disposto a esfregar a bela da lamparina mágica para ver os 3 maiores desejos realizados... Agora, penso para mim, até que ponto o "euromilhões" estaria num desses desejos.
provavelmente estaria quase que de forma instantânea na mente... mas seria mesmo por vontade própria ou porque nos habituamos a querer tanto aquilo que todos dizem querer?...
Eu acredito que na verdade, os 3 desejos que cada um de nós gostaria de ver realizados, estão de tal forma guardados que acabamos por ter medo de os admitir para nós próprios... o que nos levaria a escolher os 3 desejos sociais mais aclamados...
Bem, nesse caso e como gosto de ser diferente... opto por deixar o Aladino com a "lamparina" lá pelas arábias... ;)

Cumprimentos
Feliciano Ferreira

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive