sexta-feira, 17 de setembro de 2010

O mais importante do Mundo

Filho é aquele ser que nos acorda, aquela interferência que nos faz perceber à força que a vida é muito mais do que contas e obrigações, muito mais do que maquilhagem e resultados, muito mais do que falta de tempo. Pelo contrário, um filho ensina-nos a ter que ter tempo, a melhorar a nossa percepção de tempo.
Para quem é pai pela primeira vez, ou mãe, tudo se transforma, tudo passa a ser mais relativo, mais intenso, mais orgânico e menos superficial. As dores doem mais, as preocupações são mais verdadeiras, os objectivos deixam de ser os mesmos, mesmo batalhando para os continuar a conquistar.
Filho é aquele ser que nos impulsiona, que nos despe de inúmeros desperdícios, que nos embriaga com um sorriso e que nos cansa vezes sem conta até perto da exaustão. Filho é aquele gigante que no balanço final de cada instante nos comprova sempre que tudo "faz parte", que tudo vale a pena, por mais ínfimo que possa parecer.
Não é nada fácil ser-se pai ou mãe, não é nada fácil reaprender a viver, não é nada fácil resistir à pressão das novidades constantes repetidas vezes sem conta, não é nada fácil deixar de ter vida própria e poder de decisão.
Mas, e aqui está a vitória, ser-se Pai ou Mãe, mesmo quando não se entende nada do assunto, é perceber que deixamos de ser a pessoa mais importante do mundo e arredores por vontade própria, sabendo no entanto que é muito bom estar-se em segundo plano.

Francisco Moreira

6 comentários:

carla susana rafael disse...

Já sou seguidora de dois blogs teus amigo. Este incluido. Adoro ler cada linha que escreves, porque também eu desde sempre sou uma apaixonada pelas palavras.
E tu és uma daquelas pessoas que escreve com o coração!
Obrigada pelos comentários ao meu blog e se quiseres torna-te seguidor...terás o previlégio de ser o primeiro :-)

paulofski disse...

Que texto magnífico Francisco. Parabéns pelo que és, pelo sentes, pelo que escreves.

Maurício disse...

E, verdade seja dita, não há nada mais belo que um filho... ou dois - duas, no meu caso. (risos)

Abraço

FM disse...

Vá, Susana, fiquei babado... E agora como é que os escondo?! (risos)
Beijos e Obrigado pelo Carinho.
O filme??!

FM disse...

Obrigado Paulofski. Principalmente por vir de ti que já me conheces há décadas.
Abraço de Luz.

FM disse...

Pois, mas olhe que cá poir Nós, um já dá mais que muito, e em todos os sentidos... (risos)
Abraço, Maurício e Parabéns pelas Filhas, extraordinárias, refira-se.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive