quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Mata-Mata

Durante toda a enorme e frustrante campanha futebolística Portuguesa para tentar chegar ao Mundial da África do Sul, hoje, no verdadeiro dia do "mata-mata", resta-me dizer que tudo o que de mal aconteceu, num dos mais fáceis grupos de apuramento de sempre, deve-se à falta de bandeiras à janela, nos carros, na varanda, no olhar.
É que, convenhamos, o outro senhor, gostando-se ou não da sua "burrice", conseguiu sempre aquilo que, infelizmente, Carlos Queiroz, mesmo passando hoje, não poderá usar como medalha, ou seja, conseguiu unir-nos enquanto equipa, enquanto grupo, enquanto país.
Obviamente que, mais logo, em frente ao televisor, e cheio de "ai's", lá estarei a roer o que quase não tenho e, muito provavelmente, festejarei ao nossa ida ao Mundial. Mas não sem antes agradecer à Dinamarca, aquele país que, mesmo sem saber porquê, permitiu que, neste dia, continuemos a fazer contas, quando, noutros tempos, bem mais próximos, vibrávamos com a certeza que de o "mata-mata" aniquilava sempre os outros, bem melhores do que a completamente desconhecida e "insignificante" Bósnia.
Francisco Moreira

12 comentários:

julia disse...

Mesmo que quase "insignificante" será uma forma de se mostrar ao mundo, que a Bósnia não é apenas aquele país que apenas se fala pelos piores motivos, a guerra.
Franciscoooo :) espero que já estejas a preparar a nossa sala pa o mundial 2010 (sorrisos).

FM disse...

Claro que sim, Júlia! Com imenso prazer, acredita!
(atenção que o "insignificante" está entre aspas, teho todo o respeito pelo povo e pelo país, agora, em termos futebolísticos, estão a naos luz de Portugal, e isso é que incomóda, é que ainda nos "comem")

paulofski disse...

A auto-estima do povo lusitano é uma coisa deveras estranha. Bastou que um brasileiro com tiques ditatoriais pedisse para pormos a bandeira nacional nas janelas e logo despertou em quase todos nós um profundo sentido patriótico! Enfim… Mas olha lá que o burro também apanhou grupos bem mais fáceis e viu-se e desejou-se para os apuramentos. Bem, mas isso agora não interessa nada e vamos lá para o “mata-mata” determinados a esfolá-los vivos que é isso que merecem depois do que têm dito e feito.

BlueVelvet disse...

Tens toda a razão, Francisco.
Bem sei que sou suspeita, porque gostava muito do Scolari e não aguento o Sr.DR. Queiroz.
Mas enfim, se mesmo aos tropeções lá chegarmos, a Nação lusa fica cheia de orgulho, esquecendo "como" lá chegou.
Muitos beijinhos

Barbie Boy disse...

Lá estarei também...sem bandeira na janela. Efim...guardei no coração, pode ser que apreça um novo SCOLARI. E...vamos ver se não venho trabalhar amanhã com uma dor de cabeça a mais!

Abraço

Hélder Ferrão disse...

Embora eu tenha o péssimo habito de roer as unhas, ainda deixei ficar alguma "coisita" para logo. Embora estejamos em vantagem, o excesso de confiança é muitas vezes a mãe da "desgraça"...mas vai correr bem!
Abraço, Francisco

FM disse...

Caro anti-Scolari, Paulofski, (risos) o importante é que, apesar de tudo, estamos juntos, seja nas vitórias, seja para descascar no Queiroz ou nos jogadores... (risos)
Cá para mi, vamos a penalties, para sofrer em bom sofrer... Ou, incrivelmente, vamos à vida. (e olha que não vi o jogo na Luz)
Abraço.

FM disse...

É Blue, e não somos só os dois a pensarem o mesmo.
Beijos com Especial carinho.

FM disse...

Queres uma aspirina, ou duas, Barbie Boy? (risos)
Abraço... e vamos lá sofrer, uma vez mais.

FM disse...

Vai, vai correr bem para as audiências televisivas, Hélder Ferrão.
Não sei porquê, mas acredito que vamos mesmo sofrer até à última, mesmo às penalidades.
Espero e desejo estar errado.
Abraço e rápidas melhoras.

Xanda disse...

Até agora está tudo a correr mto bem, vamos ver se "corre(m)" assim até ao fim do jogo.
Bjs

FM disse...

Vá lá, safamo-nos, Xanda.
Beijos.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive