terça-feira, 10 de novembro de 2009

...

2 comentários:

julia disse...

Às vezes tens a sensação que a caminhada é tão árdua, que poupas a mente dos esforços do pensador errante, que de tantos trilhos acabou retirante de si próprio, dos seus, da vida aprisionada.
Todavia, é preciso caminhar, ainda que seja navegar por mares e desconhecidas rotas, sem bússola a guiar.
Há sempre um porto seguro para encontrares ;)
Envio-te Essências de Força para continuares a tua caminhada.

FM disse...

...
Beijos, Júlia.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive