quinta-feira, 16 de julho de 2009

De pino em pino

É incrível como nos transformamos em autênticos malabaristas. Basta reparar na quantidade de "pinos" que nos fazem fazer o pino dia sim, dia sim. Sejam pinos financeiros, existenciais ou "víricos", esta vida transformou-se num autêntico circo citadino, com espectáculos de "arregalar os olhos", e ao minuto.
Com mas ou menos destreza, lá vamos nós aperfeiçoando a técnica de nos aguentarmos no "arame", sempre a tentar que um dos "pinos" não nos caia em cima ou nos empurre para a "rede" que, convenhamos, há muito que foi corroída por esta mania de "aumentar a fasquia", este vício de "esticar a corda", ou ainda melhor, esta rotina criada sem pensar para darmos mais adrenalina a uma vida que sempre imploramos - a Deus e a todos os outros, que fosse calma e prazerosa.

10 comentários:

Eudemim disse...

Ora então aproveito o malabarismo
e faço com as palavras um pino existencial
pois amanhã vou sair da rotina
rumo a Portugal !!!

Que lindo verso !

Bjs daqui mas quase quase aí

;) até breve !!!

filipa disse...

a rotina acaba por corroer os melhores equilibristas, as melhores casas, as mais desejadas vidas.
impressionante, como este texto se integra, no presente ou passado, da vida de cada um de nós.
voltarei, com certeza.



Beijo*

The one you know disse...

Resumindo. O melhor é pinar enquanto podemos!... não...?

FM disse...

Que BOM! Boa Viagem Eudemim.
Se vieres a Norte... Avisa!
Beijos Lusos.

FM disse...

Sê bem-vinda Filipa!
Obrigado pela simpatia das tuas palavras.
Envio-te Essências de Luz.

FM disse...

Olá The One!
Espero que te sintas bem no Essências... e regressa.
Sim, é melhor. (gargalhadas)
Votos de Muita Luz.

Natacha disse...

É caso para dizer: quero a minha vida de volta!!!

Beijos

Juliana disse...

Grandes palavras padrinho, a verdade é que já nos habituamos a esta vida que é quase sempre um autentico circo!

Bjinhos com carinho

FM disse...

Pois, dá vontade, não dá, Natacha?!
Beijos.

FM disse...

E que circo Juliana, que circo... Mas também tem palhaçadas das boas, acredita.
Beijos Sorridentes.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive