terça-feira, 9 de junho de 2009

Tempo

Há tanta, tanta gente à espera de um minuto da nossa atenção. Nem que seja para sentir que está ali alguém, que alguém olhou, perguntou ou simplesmente cumprimentou. Mas nós continuamos focados nos nossos problemas, os reais e os que adoptamos por acharmos que também são nossos.
Há tanta, tanta gente que nos pode fazer sorrir, que nos pode dar Luz, que nos pode fazer bem... E, se calhar, só precisamos de tomar a iniciativa de levantar os olhos do chão e não fazer de conta que não reparamos nos outros, naqueles que também são gente, naqueles que nos ficariam gratos por repararmos neles.
Há tanta, tanta gente com vontade de se entregar sem os interesses com que os catalogamos, gente que aprendeu a ver e sentir a conjugação do conviver com outros olhos, com outros "poros"... E é tão simples, tão mais simples do que nos fazemos crer.
Se são assim tão especiais porque é que estão sós? Talvez porque foram perdendo parceiros de vida que se preocuparam em demasia em não dar ou perder tempo com quem dele precisa, inclusive com eles próprios.

4 comentários:

Natacha disse...

"Somos" seres cada vez mais egoístas!! Não gosto, odeio pensar, que alguém me dá atenção por "pena". Aliás, topam-se logo os fretes, as "penas" e os afins. Só as atitudes do coração me interessam, senão, antes só que mal acompanhada. Por outro lado, dou "tudo" de mim às pessoas com quem sinto grande empatia - não sou capaz de fingir.
Mas um sorriso a um desconhecido que o busca ou uma palavra amiga, tenho sempre, até porque no meu trabalho o que não falta são pessoas a querer contar a história da vida, e... eu não posso ficar a ouvi-las!!

Beijos

FM disse...

Como te compreendo Natacha. Nos meus "percursos" também apanho com inúmeros exemplos... Por isso é que este Essências tem sempre tanto para "contar"...
Beijos.

Eudemim disse...

Um sorriso pode durar menos de um minuto, um olhar também e em pequenas sintonias muitas vezes ganhamos tanta vida.

É por isso que é bom andar por aqui...pelo mundo.

Bjs do mundo de cá

FM disse...

Se é, mesmo quando as nuvens pairam mais do que deveriam... Beijos.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive