sexta-feira, 26 de junho de 2009

Os Insignificantes

Nas últimas 12 horas já ouvi e li inúmeras bizarrices acerca da vida e da morte de Michael Jackson, bizarrices que quase superam as do próprio artista.
Como exemplo, num outro registo, apresento-vos a (modificada) capa do álbum "Bad" que, com o artista, pelos vistos, ainda em coma, já circulava pela Internet com a sua versão "Dead".
É, não falta quem aceite desrespeitar a memória ainda por cicatrizar de Michael Jackson, nem que seja para, à custa dele - e da sua morte, conseguirem a visibilidade que nunca conseguiram na primeira pessoa.
É triste, muito triste que se use "tudo e mais alguma coisa" para se chegar a um fim, mesmo sendo esse fim uma completa insignificância, como é o caso.

7 comentários:

Natacha disse...

Nestes momentos, a imprensa "aproveita-se" de tudo para cativar mais audiências. Eu, como já disse, não era grande fã, mas reconheço a singularidade do artista, do grande intérprete, do entertainer...
A determinada altura acho que tudo isso o ultrapassou, infelizmente.

Lembremos hoje, as causas pelas quais deu o seu nome, as que ajudou a evidenciar...

"We are the world" para arrecadar fundos para combater a fome em África.

Criou uma Fundação para ajudar crianças.

Várias músicas com preocupações ambientais ou mensagens sociais relevantes, como por exemplo "earth Song"

Hoje... esqueçamos tudo o resto...

Beijossss

FM disse...

É, é por aí Natcaha.
Beijos.

karla disse...

:)
Prémio e desafio no meu cantinho...

bjinhuus

FM disse...

Obrigado. Lá irei.
Beijos com Essências.

Jorge Cardoso disse...

Boa tarde a todos,

Estando em pleno de acordo com os anteriores comentários, muito para além dos defeitos, e pergunto eu: quem não os tem ???!!!, e de todas as excentricidades, fica na verdade um colosso de talento bem patenteado nos seus trabalhos... E são verdadeiramente impressionantes os numeros das vendas em todo o mundo, sinal de algo absolutamente fora do comum...

Beijinhos e abraços...

Jorge Cardoso

FM disse...

Ficam BEM registadas as suas palavras Jorge.
Abraço e... Até Já!

paulofski disse...

Nestes últimos dias já li e ouvi mais referências à sua vida, histórias, biografias, excentricidades, músicas, vídeos, do que em toda a sua vida. Confesso que nunca fui muito seu admirador, houve tempos em que gostava e também dançava as suas músicas mas se queres que te diga nem me admirou muito a notícia da sua morte, bastava-me ver a cara dele para perceber que não iria durar muito tempo.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive