sexta-feira, 17 de abril de 2009

- Agora!

Urge gritar para o lado e tentar acordar da resignação os adormecidos por solidariedade. Há que empurrar o abismo para o ralo do "desaparece" e verter de vez as lágrimas da desilusão.
Urge fazer Vida com todos os pontos, espremendo radicalmente os negros que se prontificam a reservar lugar no amargo dos espíritos.
Nem todos os degraus são gigantes, nem todas as escadas estão quebradas, nem todos os sorrisos dependem da luz dos noticiários.
Urge acontecer com outros adjectivos e enveredar por alternativas abandonadas por falta de crença, como se tudo fosse uma desistência por antecipação.
Há que esmurrar os pensamentos borratados e driblar os cartazes do pessimismo, como se a tela do nosso caminho fosse avessa às tintas com que tanto se pinta a rotina do "tem que ser".
A Vida não urge apenas de hoje mas pode rectificar-se partindo do Agora.

4 comentários:

Natacha disse...

Ontem, a empregada do café onde vou SEMPRE quando estou no trabalho, que é brasileira e muito alto astral, viu-me com "má cara" e acabou por me dizer: "sabe Natacha, eu sou bem assim p'ra cima, mas tô vendo todo o Mundo muito em baixo e até eu já tô meio assim" E, como bem me acrescentou mais à frente: "e nem estou desempregada!"...

Enfim... eu bem que empino o nariz, mas...

Beijos crentes

Xanda disse...

Tenho um viddeo lá no meu cantinho, acho que vais gostar, passa por lá!
bjnhs

FM disse...

E ela é que tem razão Natcaha, não achas?! Pois!
Beijos.

FM disse...

Já lá fui... É interessantíssimo.
Beijos.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive