quinta-feira, 30 de abril de 2009

A Lágrima que não Caiu

Não pude ver quando chegou às salas de cinema mas fiquei sempre com a "pulga atrás da orelha" da vontade, principalmente depois de ler inúmeras criticas que refilavam ser este um retrato negativo da, para mim, única verdadeira Diva Portuguesa.
Ontem, lá me estendi no sofá e, com algum esforço, vi com olhos de ver o "Amália - O Filme" e, na minha singela opinião, cheguei à conclusão que foi tempo desperdiçado.
Afinal, ela não é apresentada como uma "mulher fácil" - como cheguei a ler, nem tão pouco interpreto o filme como ofensivo ao brilhante percurso de Amália. Mas, por outro lado, fiquei com a sensação de que não souberam transmitir aquilo que o povo queria, aquilo que o povo desejava, aquilo que todos temos como fotografia da Fadista, uma personalidade e presença arrebatadoras.
Fazendo um paralelismo com "Amália - O Musical", este "Amália - O Filme" deixa mesmo muito a desejar. Não nos empolga, não nos faz sentir o coração apertado, não nos faz ver em Amália uma das nossas bandeiras, não nos faz verter uma única lágrima.
Amália merecia mais e melhor, principalmente por ser um "Óscar" e não um "Globo de Ouro".

8 comentários:

Natacha disse...

Num vi nem 'petece-me!!

Beijo

Não Sou... disse...

Tenho em casa para ver e depois digo-te o que achei...

FM disse...

Fazes bem Natacha.
Fiqeui decepcionado.
Beijos e... Bom Fim-de-Semana.
(vou andar aí perto, por Sintra)

FM disse...

Aguardarei pela tua crítica... seja ela de que tipo for. (risos)
Abraço.

Natacha disse...

Ainda dizem que não há coincidências... se o Tomás ficar no pai o fim de semana, é em Sintra que vou estar - vou ver a avó que regressou a casa...

(sorrisos)

Beijos e bom fim de semana

FM disse...

A vida é feita de acaso, apesar de não existirem acasos... (sorrisos)
Beijos.

Não Sou... disse...

Já vi e partilho da tua opinião a 100%.
Deixou muito a desejar o retrato deixado...
Abraço

FM disse...

Que bom quando concordas comigo a 100%... (risos)
Abraço.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive