sexta-feira, 17 de abril de 2009

Faz de Conta

Há que retirar as teias do esquecimento aos brinquedos que a vida nos dá e, sem desculpas, apostar em novas modalidades de prazer, renovar investimentos pessoais e retocar os sorrisos. Andamos a perder demasiado tempo com os pedregulhos das contas e perdemos demasiada energia em desgastes circulares que, já estamos fartos de saber, não nos retirarão do fosso através da inércia das lamentações.
Há que recriar o espaço, internar os desgostos e validar o melhor de nós, fomentando o acontecer, instante a instante, sabor a sabor, prazer a prazer, nem que seja no regresso ao mundo do "faz de conta".

2 comentários:

Natacha disse...

Apesar daquilo que vou dizer, acredita que entendo bem a mensagem que tentas transmitir.
Porém, o Mundo do faz de conta é muito perigoso. Diria até, e penso não estar muito longe da verdade, que é pelo facto de termos vivido tanto tempo num Mundo de faz de conta, que hoje chegamos onde chegamos...

Mas continuo a acreditar ...

Beijinhos

FM disse...

Concordo contigo, e concordo MUITO.
Interessante... Vamos criar um Partido?! (risos)
Beijos e... Voto em TI.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive