quinta-feira, 26 de março de 2009

Desejo

Os desejos são sempre uma boa maneira de nos auto-alertarmos para aquilo que devíamos já ter feito, aquele emergir de um pensamento, ou vários, que surge como uma espécie de lembrete fornecido pela consciência.
Para este novo ano, e pela primeira vez, pretendo aprender a corrigir muito do que a minha boca diz sem pensar, muito do que a voz refila sem a necessária autorização, muito do que o coração grita sem olhar para o lado.
Não sei se o conseguirei cumprir, nem tão pouco estou certo de que a experiência conquistada ao longo do longo tempo me proporcionará a benesse de ser uma pessoa "verbalmente melhor" mas, pelo menos, tenho essa enorme vontade, a de tentar.

4 comentários:

julia disse...

Tenta mas é ser, ainda mais, Feliz (risos) e continua autêntico como tens sido até aqui. Caso contrário deixo de gostar de ti (gargalhadas).
E o bolo? Sempre é de chocolate?

Maurício disse...

Corrigir é quando está mal...
Mas o que é sincero, genuino, como nos habituou a ver e ler o que partilha com tantos neste cantinho, não precisa de grandes correcções. Pois não?
Queremos, diria mesmo, precisamos que continue.

Um Abraço de Parabéns e Bam Haja!

FM disse...

Eu tento Júlia, tento todos os dias, a todo o instante... Também tento ser autêntico.
Não deixes de gostar de mim, ficaria triste.
Beijos com Sorrisos.

FM disse...

Não sei Maurício, não sei... Mas continuo à procura das respostas, sempre.
Abraço.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive