sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Estalo

Se há coisa da qual nos devemos culpar e/ou, possivelmente, "chicotear", é da forma como não aproveitamos os momentos que dispomos com aqueles que amamos, aqueles que são inequivocamente as pessoas mais importantes da nossa vida.
Se pensarmos bem, somos capazes de gastar eternidades no maior dos "fretes" e incapazes de "ganhar" um minuto com aquela pessoa com quem estamos "todos" os dias... Aproveitamo-nos do "amanhã terei tempo" para protelar instantes que, em grande parte, jamais chegam acontecer.
Pode parecer demasiado radical ou extremamente mórbido mas, por vezes, deveríamos apanhar um daqueles fortes estalos que nos questionasse da seguinte forma:
- E quando morrer quem amas, terás um minuto?
É forte, é triste, é exagerado... Mas é uma daquelas verdades que deveriam ser ditas em jeito de alarme de cada vez que perdêssemos tempo com quem não devemos e desperdiçássemos instantes de valor incomparável.

6 comentários:

Maurício disse...

Nada de mais verdadeiro.
Quantas vezes não somos capazes de aproveitar esses momentos.
E o pior é que, de tanto adiarmos a pensar que temos "todo o tempo do mundo", às vezes chegamos tarde de mais. E aí... já nem o "chicote" ajuda.

Abraço Amigo

FM disse...

Acredite Maurício que quando escrevi este texto estava a "chicotear-me"... Deteste cometer este erro, e pior ainda é repeti-lo... Enfim. Pelo menos assumo-o e tento corrigi-lo.
Abraço.

Jorge Cardoso disse...

A mais pura das realidades meus amigos... Jamais me esquecerei das questões de uma Ex colega e amiga: "Já disseste hoje a quem amas o que sentes?". "Sabes se amanha vais ter a oportunidade de o fazer?". Olhei para ela e senti um arrepio, tal foi a convicção daquelas questões ! ! ! Foi como que um alerta para algo que no nosso dia a dia nos passa por vezes à distância. Os afectos, a disponibilidade para os transmitir, para nos entregarmos, para deixarmos de olhar só para o nosso umbigo... Se estas palavras servem como confissão pois que o sejam... Pelo menos tentemo-nos corrigir ainda a tempo... Quem sabe !!! Não para escapar ao "ESTALO" mas de permitir que nos corrija...

Abraço Amigo

macaw disse...

pois é...
todos nós cometemos esse erro! e por vezes até nos "queixamos" da falta de tempo do outro para nós, quando nós próprios cometemos esse erro com outras pessoas!

mas, o importante é que nos esforcemos sempre por passar algum tempo com as pessoas que amamos e lhes digamos o quanto gostamos delas. às vezes basta um simples gesto, que carregado de significado faz toda a diferença!

bjinhos ;)

Natacha disse...

... e ofereço a outra face... menos em relação ao Tomás, porque lhe digo várias vezes ao dia e oiço de volta ;) daqui até à lua (risos)

Beijos

Juliana disse...

Esse é sem duvida o meu lema de vida, nunca deixar para amanhã o que se pode fazer hoje e Sobretudo dizer todos os dias as pessoas importantes o quanto gostamos delas!:)
Eu sei que por vezes é complicado ser assim mas se não o fizer.mos estamos a cometer um grande erro!

Beijinhoo Padrinho*

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive