domingo, 16 de novembro de 2008

Rock'n'Roll

Faz-me confusão, principalmente nos dias que correm, haver cada vez mais gente a "lutar" por se auto-destruir e, por consequência, arruinar a vida de quem lhes é mais querido.
E nem tudo é álcool, nem tudo são drogas, nem tudo é sexo... nem tudo é rock'n'roll... Há quem se mate por "desespero", quem se arruíne por "desilusão", quem se prejudique por "devoção"... E a vida continua, sempre até àquela paragem que apelidam de "outro lado", aquela barreira que se ultrapassa quando gastos todos os "cartuchos", todas as garrafas de "oxigénio"... E o pior nem está à "luz do dia", não vigora nas estatísticas nem percorre as "páginas" dos noticiários... É a vida - dizem uns, e cada um sabe como a "leva" - rematam outros...
Sim, é a vida, seja ela feita de pedaços de vida ou de fotocópias de morte.
(H)Aja Hoje.

12 comentários:

Eu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
macaw disse...

a vida nem sempre é fácil, como já se sabe, e cada um lida com as situações de forma diferente! uns esforçam-se mais que outros por vencer os obstáculos, outros deixam-se vencer. depende de cada um arranjar forças para ultrapassar os maus momentos. mas, não vou julgar ninguém que não consiga ultrapassar certos problemas que eu própria já ultrapassei, porque simplesmente cada caso é um caso e nunca sabemos todos os pormenores da situação do outro.
eu pessoalmente acredito que nada é impossível e não problema que não tenha solução... mas, ha sempre alturas em que apetece desistir, há alturas em que a dor é demasiado opressiva para conseguirmos avançar, há alturas...
mas, nada que não passe mais tarde ou mais cedo...

Natacha disse...

Há situações na vida que nos fazem, no mínimo, querer ser internadas numa clinica de sono. Haja discernimento para perceber que, lá por isso, os problemas não azedam, e cá estarão à nossa espera de braços abertos na hora do regresso.
O que sinto muitas vezes, é que quando nos sentimos no chão, o único remédio possível será erguermo-nos, levantar a cabeça, e seguir em frente.
Difícl, muito dificíl... mas não gosto das coisas fáceis!

Beijos meio angustiados...

FM disse...

Este texto, Macaw, não pretende julgar ninguém... Nem tão pouco fala de situações específicas... Com ele, tento apenas erguer muitos dos fantas que andam escondidos... e que não queremos ver.
Nada é impossível, como bem dizes.
Nada acontece por acaso...
Beijos.

FM disse...

Gostei dessa das clinicas de sono... E se fossem de sonho ainda seria melhor. (sorrisos)
O facilitismo jamais dá prazer, do verdadeiro.
Beijos Natacha.

FM disse...

Quem se auto-eliminou? (risos)

macaw disse...

oh fm, eu também limtei-me a comentar de forma geral o que aqui escreveste! não disse nem insinuei que estavas a julgar ou a falar de casos específicos! :PPPP

"nada acontece por acaso..."
concordo!!!
até há males que vêm por bem, porque apesar de nos fazerem sofrer imenso tornam-nos fortes!

quanto ao meu mal específico, apesar de me estar a doer imenso, acho que fiz bem em desligar-me de uma pessoa que não me pode dar aquilo que quero e preciso! embora isso me tenha custado uma amizade que não queria perder! mas não se pode ter tudo, não é verdade!


bjinhos ;)

FM disse...

Infelizmente não se pode ter tudo Macaw... Mas, nada é por acaso... É porque a vida te reserva coisas mlehores... O caminho está sempre a ensinar... e, quando vamos a ver, afinal "fomos" para melhor.
Beijos com Carinho.

macaw disse...

nada é por acaso, tudo é consequência das atitudes que tomamos!
se há destino, espero bem que tenha coisas boas reservadas para mim! :DDD
este ano foi de morte!
mas nos dias que correm, não sei se acredito em destino! acho que isso foi mais uma desculpa a que me agarrei para manter uma ilusão!
ahahha
paga-se caro por sonhar! :PP


bjinhos meu amigo! ;)

FM disse...

Não há destino, há caminhos que estão traçadas em função do nosso livre-arbítrio... como se fosse uma aprendizagem.
Beijos Macaw.

macaw disse...

dito!
nem mais nem menos!

bjinhos ;)

FM disse...

(sorrisos)
Beijos Macaw.

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive