sexta-feira, 2 de maio de 2008

Somos!

Quando reclamamos do nosso presente deveríamos ter em atenção o exemplo que se traduz no "não-futuro" de outros.
Somos uns felizardos, não somos?!
Pois, logo vi que a vontade de reclamar deixa de ter o peso exagerado que lhe atribuímos por "tudo e por nada". É que infelizmente; tanto o "tudo" como o "nada" podem ser completamente injustos, dependendo dos personagens e dos realizadores.

2 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Tenho uma teoria que se todos parassem cinco minutos por dia, para se colocar no lugar do outro, o mundo seria um lugar melhor!

Beijos

MirMorena disse...

"...Sou o tudo e sou o nada,
o silêncio e a batucada;
sou o sul e sou o norte,
faca cega e navalha de corte.
Eu sou o fogo da vida
e sou o sopro da morte!.."

Clóvis Campêlo

Só temos que ter conciência disso...

Bjussss no coração

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive