quinta-feira, 29 de maio de 2008

Condenados

Proponho que imagines que uma parte do mundo é tua, apenas tua, e que nela podes fazer o que bem te apetecer.
Por onde começarias a construir o teu mundo? Sendo que o zero é a imagem que aqui te proponho...
Vá, não me digas que ias buscar terra ao "mundo ao lado" ou que importarias um iate topo de gama... É que, se não te disse, regista que o zero significa absolutamente nada, inclusive importações...
Pois, provavelmente pedirias para regressar ao mundo onde estás, é que nele ainda há por onde meter mais ou menos água, mesmo que a lua em forma de consciência à distância continue como testemunha.

10 comentários:

Olá!! disse...

Um mundo feito de água????
Ó FM, eu começava por aprender a boiar sentada para ver se encontrava uma ilha.... desistir é que nunca ;)))

Beijossssssss

Por entre o luar disse...

:) beijinho e sorriso*

Lyra disse...

Começava por ir roubar uma sementinhas ao mundo ao lado e plantá-las. Depois ia roubar um bocadinho de água, depois ia roubar.... (risos).
Bem roubava muita coisa para depois poder emprestar à outra metade quando ela já não tivesse nada.

Beijinhos e até breve.

;O)

FM disse...

Então Olá, estou contigo. (risos)
Espero é que a água esteja morna...
Beijos.

FM disse...

Beijo para ti também Por entre o Luar.

FM disse...

Pois é Lyra, mas o objectivo é o de não ir "roubar" nada a lado nenum... (risos)

MirMorena disse...

Concordo com a Olá...vamos aprender a boiar e procurar por uma ilha urgente (pode ser até a minha onde moro hoje...) mas FM, o mais importante teria que estar comigo, do meu lado, que é meu filho de nove anos...sem ele não valeria a pena um mundo novo, muito menos aprender a boiar...

Bjuss de carinho

D.Antónia Ferreirinha disse...

Eu começava por formar um governo, à semelhança do nosso, para posteriormente ter um tacho e não ter que me preocupar com o preço da gasolina e do gasóleo.
Rsrsrsrs.
Agora, onde iria encontrar os tais parceiros de governo ainda teria que pensar. com sorte, ao virar de uma qualquer esquina teria a surpresa de saber que não era a única.
Gosto de o ler. Vou linkar

joana disse...

Concordo com a Ola boiar sentada,mas o que eu tinha que encontrar urgentemente era comida sem duvida alguma.
Beijinhos

Sunshine disse...

É, tens razão... apesar de gostar mt de água... gosto de ter sempre terra á vista.

Mas que a ideia é fascinante não nego ... um novo mundo .... lavadinho, é urgennnnnnttteeee...

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Sempre algures entre o hoje e o amanhã, sem esquecer a memória.

JACKPOT

JACKPOT
Música Anos 70, 80 e 90

Porto Canal

Porto Canal

O Livro do Ano

O Livro do Ano
Escrito por uma Deusa e um Sonhador... em nome de um Ângelo

...Sempre...

...Sempre...

Blog Archive